O QUE É MARKETING DE REDE OU NETWORK MARKETING?

21 de março de 2019 | APERFEIÇOANDO SEU MARKETING DE REDE

O que é venda direta? Entenda de uma vez por todas

Se você está lendo este post, certamente está interessado em saber mais sobre o que é venda direta. Este termo definitivamente ainda deixa muitas dúvidas na cabeça das pessoas. O tema vem sendo cada vez mais comentado, principalmente em ambientes que utilizam o método para fazer negócios, como o Marketing de Rede, por exemplo.

Hoje vamos explicar de maneira bem simples e completa, para que você compreenda e fique seguro sobre o conceito de vendas diretas. Ficou curioso? Então continue acompanhando o post. Vamos lá!

Mas afinal, o que é venda direta?

A venda direta nada mais é do que um modelo de negócios que vem sendo cada vez mais utilizado. Neste modelo as pequenas e grandes empresas vendem seus produtos diretamente para o consumidor final. Na modalidade não é necessário o intermédio de um estabelecimento comercial fixo, possibilitando eliminar uma série de intermediários, custos e funcionários. Assim as empresas deste modelo usam parceiros comerciais ou terceiros para realizar as vendas.

Quer saber tudo sobre a revenda de produtos?

Fale com um especialista e tire suas dúvidas

Nome*:

E-mail*:

Telefone*:

Mensagem (opcional)*:

Mas o que é comercializado na venda direta? Um exemplo muito comum que podemos encontrar neste modelo de negócios são os cosméticos. A maioria das pessoas já comprou ou conhece alguém que costuma comprar produtos oferecidos em revistas ou catálogos, diretamente com o revendedor. Atualmente podemos encontrar os mais diversos tipos de mercadorias, desde produtos de limpeza a automóveis.

Um dos fatores pelos quais a venda direta se destaca é a sua capacidade de expansão geográfica. Há uma facilidade enorme em alcançar cada vez um número maior de pessoas, principalmente depois que a internet e redes sociais apareceram para ajudar

o-que-e-venda-direta-gif

Modalidades da venda direta

Existem alguns “tipos de venda direta”, que diferenciam no modo como os produtos são oferecidos e chegam aos consumidores. Neste post falamos de uma maneira mais completa sobre os tipos de venda direta, caso queira conferir.

Como o objetivo deste post é que você entenda de uma maneira completa o que é venda direta, não podemos deixar de citar as principais modalidades de venda direta. Acompanhe.

  • Venda porta a porta: É o tipo mais tradicional. Nele o revendedor se dirige à residência do potencial cliente para lhe apresentar os produtos.
  • Catálogo: Neste modelo o revendedor deixa com o cliente um catálogo com produtos e seus preços, possibilitando assim mais tempo para que o cliente possa analisar e selecionar o que deseja comprar.
  • Evento Social: O empreendedor pode promover um evento ou reunião, seja na casa de um potencial cliente ou mesmo em ambientes de trabalho. Nele são feitas apresentações dos produtos e serviços para mais de uma pessoa por vez.
  • Internet: Esta com certeza é a modalidade que mais cresce atualmente. A internet e as redes sociais em especial são responsáveis por um alcance de clientes muito satisfatório. Os produtos podem ser apresentados por catálogo digital, conferências online ou marcando um encontro pessoalmente.

Quer saber tudo sobre a revenda de produtos?

Fale com um especialista e tire suas dúvidas

Nome*:

E-mail*:

Telefone*:

Mensagem (opcional)*:

A evolução da venda direta

Já que entramos no assunto internet, é interessante falarmos sobre a evolução da venda direta e como a internet influenciou essa mudança. Este modelo de negócios começou a ser estruturado por volta do fim do século 18. No início as vendas não eram feitas como estamos acostumados.

Hoje é difícil encontrarmos pessoas batendo de porta em porta oferecendo produtos, não é mesmo? Era assim que a venda direta funcionava. De volta ao século 18, foi na Inglaterra que o modelo começou a ser aplicado. Na época eram vendidas Enciclopédias Britânicas, claro, porta a porta.

Mas o que a internet tem a ver com isso? Ela foi uma das principais responsáveis pela evolução e expansão do modelo. Atualmente quando alguém pergunta o que é venda direta, faz mais sentido explicar sobre ela em uma época pós-internet.

o-que-e-venda-direta-evolucao

A conexão on-line simplesmente revolucionou os métodos utilizados antigamente. Com ela o alcance de pessoas é maior, mais fácil e rápido. Imagine um único local onde milhões de pessoas estão reunidas. É a internet. Com ela é possível atingir pessoas de cidades, estados e até mesmo países diferentes. A divulgação dos produtos também se torna mais fácil desse modo.

É claro que o contato pessoalmente ainda é muito relevante para construção de confiança e demonstração do produto, quando necessário, mas a internet pode ser utilizada também para a primeira aproximação entre ambos os lados. Assim é possível utilizá-la para marcar um bate-papo presencial, após perceber interesse por parte do cliente.

Agora que você já sabe um pouco sobre este modelo de negócios, sua história e evolução, vamos te explicar o que é venda direta e indireta e as diferenças entre elas. Confira.

Venda direta e indireta, qual a diferença?

Bom, você já sabe o que é venda direta não é mesmo? Então vamos falar um pouco sobre a venda indireta e explicar quais são as principais diferenças entre os dois modelos. Acompanhe.

De um modo popular a venda indireta é conhecida por ser o oposto da venda direta. Mas como neste post nosso objetivo é tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, vamos te explicar de uma maneira mais completa.

o-que-e-venda-direta-indireta

Para quem não sabe o que é venda direta e indireta, o segundo modelo é aquele que estamos mais acostumados a encontrar por aí. Ele necessita da disposição dos produtos por meio de intermediários ou canais de distribuição. Não podemos dizer que um dos modelos é melhor, mas existem segmentos que são mais favoráveis a um tipo de venda ou a outro.

A principal diferença entre o que é venda direta e indireta é o tipo de venda utilizado em cada um dos modelos. Na venda direta os produtos são ofertados por meio pessoal, de catálogo, porta a porta ou mesmo pela internet, enquanto na venda indireta é por meio do varejo ou atacado.

Venda direta é pirâmide?

Certamente você já teve ter ouvido alguém dizer que a venda direta é um esquema de pirâmide. Esse é um dos, se não o maior mito contado sobre a venda direta.

Os negócios de pirâmide são proibidos pela legislação brasileira. Apesar de ser algo novo, seu fundamento existe a muitos anos. A proibição está descrita na lei nº 1.521 de 1951, que disciplina crimes contra a economia popular e define:

“Art. 2º. São crimes desta natureza:
IX – obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (“bola de neve”, “cadeias”, “pichardismo” e quaisquer outros equivalentes);”

o-que-e-venda-direta-piramide

A venda direta acaba sendo confundida com este esquema, mas não tem relação nenhuma com ele; ao contrário, é uma forma lícita, legal e ética de se fazer negócios. Para evitar cair em uma destas fraudes é preciso atentar-se à empresas que prometem enriquecimento da noite para o dia, cobram taxas de inscrição e treinamentos, ou mesmo exigem a compra de um estoque de produtos.

Vantagens de trabalhar com venda direta

Quem opta por trabalhar com venda direta possui muitas vantagens. A primeira delas é a flexibilidade que o modelo proporciona. Além de poder trabalhar de casa e escolher os melhores horários, você não precisa abandonar seu emprego atual para entrar de cabeça.

Milhares de pessoas conciliam o emprego tradicional com a venda direta, e funciona perfeitamente. Com o passar do tempo esse trabalho pode crescer, e além de ser uma renda extra ele pode se tornar a chance perfeita de ter seu próprio negócio, e ser a principal fonte de renda. Assim temos outra vantagem deste trabalho: a oportunidade de crescimento.

o-que-e-venda-direta-vantagens

Outro ponto positivo que permite o acesso democrático de muitas pessoas no empreendimento é o baixo investimento. Não é necessário ter uma grande reserva de dinheiro, pois com cerca de R$ 300, por exemplo, já é possível começar a trabalhar com venda direta.

Se quiser saber mais sobre as vantagens que a venda direta pode oferecer, confira este post.

o-que-e-venda-direta

Como ser bem sucedido trabalhando com venda direta?

Trabalhar com venda direta não é garantia de ter altos lucros logo no início. Milhares de pessoas são bem sucedidas trabalhando no ramo, mas não é do nada que isso acontece. Para conseguir um bom faturamento na venda direta é preciso dedicação e esforço.

Trouxemos a seguir algumas dicas para ajudar a alavancar seu trabalho. Confira.

Foco nos relacionamentos

Para trabalhar com venda direta é preciso saber se relacionar com diferentes pessoas. O modelo de negócios é baseado na comunicação, e por isso é importante focar no networking. Neste post falamos mais a fundo sobre o assunto, caso queira conferir.

o-que-e-venda-direta-relacionamentos

Construir uma rede de relacionamentos sólida é muito importante para ter contatos que irão te ajudar a crescer na venda direta. Tenha sempre disponível algum cartão de visitas e esteja sempre aberto a conhecer novas pessoas.

Estratégias de marketing

Nem sempre ser bom na comunicação e argumentação basta na venda direta. É preciso saber compartilhar os benefícios dos seus produtos ou serviços, e para isso contar com algumas estratégias de marketing é fundamental.

De um modo geral, é preciso apostar em alguns pontos como o marketing de conteúdo. Ter um blog por exemplo irá te ajudar a conquistar a confiança das pessoas, além de favorecer a interação.

o-que-e-venda-direta-social

As redes sociais não podem ficar de fora, sendo que é uma maneira mais fácil de alcançar pessoas, já que são uns dos meios mais acessados da internet. O e-mail também é importante, por isso uma boa dica é investir em e-mail marketing e manter uma certa periodicidade, para que as pessoas não se esqueçam de você.

Dedicação e esforço

Já falamos anteriormente que o esforço e dedicação são fundamentais para crescer na venda direta. Quem entra neste meio achando que é uma maneira mágica de ganhar dinheiro pode se frustrar. O retorno que este modelo de negócios oferece não é gratuito, pois é necessário empenho e força de vontade para a ascensão.

o-que-e-venda-direta-dedicacao

Ficar parado esperando o dinheiro simplesmente aparecer não irá te levar a lugar algum. Por isso é importante saber que investir o tempo livre para conseguir uma renda extra na venda direta é fundamental. Desse modo seu negócio pode crescer e com o tempo se tornar sua principal fonte de renda. Incrível não?

Rotina e organização

Além da dedicação, é preciso se organizar para que tudo possa fluir tranquilamente, ainda mais se você optar por conciliar a venda direta com o emprego. Uma rotina de trabalho pode te ajudar a administrar melhor seu tempo por exemplo. A vantagem é que na venda direta você pode escolher o horário que melhor se adapta para você.

o-que-e-venda-direta-organizacao

Se você acha que pela manhã acaba não sendo muito produtivo, ou está no emprego nesse horário, você pode optar por trabalhar à noite. Se preferir usar os fins de semana também é possível. O importante é determinar os dias e horários e manter a disciplina.

Se organizar no trabalho também é fundamental. Defina um local de trabalho em casa, de preferência longe de distrações, para evitar perder o foco e desperdiçar tempo. Se achar melhor, você pode fugir do home office também, e trabalhar em algum café por exemplo. Basta encontrar aquilo que melhor funciona no seu caso.

Gostou do post? Continue acompanhando o blog para mais dicas e informações.